Notícias

Aproximadamente 400 quilos de medicamentos e materiais odontológicos serão descartados por falta de gestão na administração pública.

Data de Publicação: 02/02/2017

Fonte: Assessoria de Comunicação

Em mais uma demonstração de incapacidade administrativa a gestão anterior permitiu que aproximadamente 400 quilos de medicamentos e materiais odontológicos em estoque tivessem seus prazos de validade vencidos, encontrados na sala de descarte da unidade do ESF 2.

Os descartes desses materiais obedecem a leis e normas técnicas e para que ocorra de forma adequada é necessário pagar pelo serviço (coleta, transporte e destinação final). Atualmente o mercado que atua no setor cobra em média R$ 9,00 (nove reais) por quilo descartado, conforme cotado pelo setor de compras do município.

A lista inclui medicamentos como: 150 frascos de paracetamol gotas 200ml, 30 unidades de aciclovir creme, 8.000 comprimidos de atenolol 100mg, 1740 comprimidos de Nitrazepam 5mg, 500 comprimidos de metildopa 250mg, entre outros. Entre os itens de materiais odontológicos há: 240 unidades de creme dental, 26 caixas de bicarbonato de sódio e 11 galões de GERMEKIL (germicida utilizado na desinfecção), itens que compõe uma extensa lista de material vencido.

O desperdício é evidente, é nítida a falta de planejamento e gestão que consumiu dinheiro público em compras desnecessárias ou mal geridas.

O dinheiro aplicado para comprar todo esse material e o que será pago para seu descarte poderia ser utilizado em políticas públicas para o atendimento de quem realmente necessita.IMG_0243 IMG_0245 IMG_0246